Translate

My MTB has DIABETES

Diabetes is something that cycling with me since 21 years ago, I’m 41. The blue O Project regarding the disclosure of diabetes disease associated with the practice of MTB, talking, discussing and to clarifying some aspects, from who has to deal with these two situations simultaneously.

Agradecimento/Thanks SNVLIGHT + Chocolate9# + PRO-TEC

Boas pedaladas,
Directamente da USA vou ter oportunidade de testar o único GEL ENERGÉTICO com o seu index glicémico baixo, ideal para DIABÉTICOS.

The First and Only - Certified Low Glycemic Index - ENERGY GEL directly from USA for Diabetic people.

Onde o Duralumínio CNC faz falta e na cor blue O.

Where the CNC Duraluminium is needed in blue O colour.


Para quem se desloca de bike PRO-TEC, importada pela RUTILVA, meus parceiros em equipamento de protecção. Se e quando cair OBRIGADO pela vossa protecção/apoio.



For people who ride a bike PRO-TEC, imported for Portugal by RUTILVA, my partners on protection equipment. If and when I fall, THANKS for your protection/support.

Cycling good,
casf

Equipamento blue O "pedido final" a realizar à Cofides" - blue O equipment

Boas pedaladas a todos,
Da parte da Cofides, empresa que vai fazer os equipamentos "blue O" será disponibilizado um preçário em função do numero de peças pretendidas.

Existem 2 interessados no blusao térmico (concebido para a pratica de ciclismo de estrada ou BTT com condições climáticas adversas).

Composto por 3 camadas;
1ª - exterior - desenvolvida com repelente à água;
2ª - Intermédia - com membrana PU para impedir a passagem da chuva e vento;
3ª - Interior - previne a perda de calor mantendo um excelente isolamento térmico.

Por favor mostra o teu interesse com o teu comentário.

Pedaladas boas,
casf

NOTA - Pedido a ser realizado até ao final desta semana, entretanto a Cofides vai enviar o preçario até 4 peças de 5 a 9... a ser reenviado por mail (deixa no teu cometário).

English
Good rides to all,
From Cofides, the company that will make the blue Oequipment it will be available a fee structure depending on the number of pieces we will want.

There are two persons already interest in a thermal jacket (designed for the practice of road cycling or mountain biking in bad weather).

The JACKET is composed of three layers;
1st - exterior - designed with water repellent;
2nd - Intermediate - PU membrane to prevent rain and wind passage;
3rd - Interior - prevents heat loss while maintaining excellent thermal insulation.

Please show your interest with your comment...

Rides good,
casf

NOTE - Application to be completed by the end of this week, however Cofides will send the price list... to be send by mail (leave your commentary).

V Maratona BTT Alcains-Gardunha

Boas pedaladas,

A hipo da noite anterior fazia antever uma glicemia alta; 242 mg/dL a 17/04/2011.

Na minha caneca do Starbucks coffee “desviada” no aeroporto de Birmingham - na altura em que tinha um emprego que me fazia viajar pela Europa - servi o meu leite com café e o “regular” pequeno-almoço de provas, acompanhado de pão com marmelada e sumo de fruta - 100% de pacote - ainda mordi umas bolachas marias!

Ao contrário do quase sempre, cheguei cedo em todos os aspectos, adivinhando um pouco o que iria ser o percurso.


O inicio, situado a meio do pelotão, foi muito rápido durante os primeiros 15 kms, para mim sabendo que não poderia continuar ao mesmo nível com aqueles que pedalavam naqueles instantes, “pereceu” ver um “amigo” que estava parado de volta do seu pneu da frente;

Então “Miguel” tudo bem?

Sim é um furo, já estou a meter anti-furo mas isto não parece estar a resultar…

Tenho bomba, queres ar? (Em ultimo recurso aceitou, com a paragem forçada, já eu tinha metido um pouco de gel energético à boca).

Eu e o “Miguel” de volta do pneu só quando nos levantamos, constatando ele que não dava para continuar, é que reparei que não era o “meu” amigo Miguel. No BTT “o que parece não é”, os óculos e os capacetes parecem as tocas da natação.

Pedi desculpas e segui viagem para umas descidas que proporcionavam um pedalar rápido até uma ribeira antecedendo a “única” subida dos 45kms de percurso.

Na única ZA comi banana, quartos de laranjas, uma barra de cereais das minhas, mais um “beijo” no gel, H2O e fui!

A determinada altura impus-me parar para fotografar o que de maior componha a paisagem do percurso, verificando que iria chegar cedo ao final sem a hipo se ter declarado.


O percurso rolou sempre a um ritmo avançado, durante boa parte dos kms – desde as descidas - pus a “conversa em dia” com o meu recente amigo de pedaladas, Abílio Fidalgo, tendo ambos finalizado com 2h 21min, mesmo antes da posição 90.

Não tendo sentido sinais de hipo, depois do banho tomado, estava a arrumar tudo no carro, registei o que a foto atesta, os 89 mg/dL de açúcar no sangue no estado em que me encontrava era hipo em questão de minutos.


NOTA - A glicemia alta em jejum, o baixar para metade das unidades normais de insulina antes do pequeno-almoço calórico, o percurso num rolar “algo” elevado, para o meu normal e tudo o resto fez-me, mesmo assim, ter um valor a caminho da hipo, usual, neste tipo de provas já depois do banho.

Pedaladas boas,
casf

PS - Ver foto da recordação na edição em inglês.

English:
Good rides,

The low blood sugar (hipo) from the night before, anticipating a high glucose; 242 mg/dL on the morning of 17/04/2011.

In my Starbucks coffee mug "diverted" at Birmingham airport - at the time I had a job that make me travel around Europe - I served my milk with coffee and my "regular" breakfast of competition day, together with bread and jam, juice fruit - 100% of the packet - and even some bits on cookies, in Portugal they called “Maria”, as every genuine Portuguese women - I’m joking!!!

No so normal, I arrived early in all aspects, a little guessing what would be the event...


The beginning, located in the middle of the group, was very fast during the first 15 kms, to me, knowing I couldn’t continue on the same level with those who I intented to follow, on a specific moment I "perished" I saw a "friend" who was standing back from is front tire;

Hey mate, "Miguel" it's everything ok?

Yes, it’s a hole, I'm getting into "anti-hole" but this doesn't seem to be working...

I’ve a pump, want some air? (On last resort he agreed, on the forced stop, I had already gotten a bit of “caloricgel into my mouth).

Me and "Miguel" around back on the tire, only when we stand over, noting that he was not able to continue, I realize that it was not "my" friend Miguel. MTB "it’s not what it seems”, sun glasses and helmets looks like swimming caps.

I apologized and went down one some tracks that provided a quick ride ending on a passing small river preceding the "only" rising around 45kms from this half Marathon.

In only supply zone I ate bananas, oranges quarters, one of my cereal bar, plus a "kiss" in the “caloricgel, H2O and I leave!

At some point I stop to taken some photos from the larger landscape of the route, noting that I would ending early without a declared low blood sugar (hypo).


The course always rolled fast, during much of the kms I "catch up" with my recent cycling friend, Abílio Fidalgo, we both finished with 2h 21min, right before 90th position.

Haven’t felt signs of low blood sugar, after taking my bath, packing everything in the car, I get 89 mg/dL the hypo was a matter of minutes.

NOTE - A high glycemia in the morning, lowing to half the normal units of insulin before a caloric breakfast, rolled in a “something” fast manner and everything else, I getting a value in the way to a hypo, that sometimes appear after I bath.

Rides good,
casf

PS - Souvenir from Alcains 2011 Marathon, only the cheese!

Canyon Lux MR 9.0 SL "blue O Edition"

Boas pedaladas,


Aquele "gancho" é o do meu suporte...

That "hook" is from my bike support...




Rides good,
casf

PS - Especial thanks to Canyon Bicycles GmbH and Paulo Alves.

Canyon Lux MR 9.0 SL blue O Edition

Boas pedaladas,

Directamente da Canyon Bicycles GmbH pelo seu intermediario em Portugal, Paulo Alves, enviam-me estas fantasticas fotos, futuramente, para ensaiar esta LUXuosa bike.

A todos mesmo os que não conheço mas participaram neste trabalho um ESPECIAL AGRADECIMENTO.



Pedaladas boas,
casf


Good rides,

Directlly from Canyon Bicycles GmbH by its intermediary in Portugal, Paulo Alves, they send me this fantastic photos, in a near futur, to test this LUXurious bike.

All those who I do not even know but have participated in this work a SPECIAL THANKS.



Rides good,
casf

TRANS... (Maratona X50 de 2010 formato passeio) (X50 Marathon from 2010)

Boas pedaladas,

Este passeio foi, no meu entender, uma espécie de Geo Trans...

Às 8h saímos sete magníficos. O menos preparado era eu!

A chuva aliada à temperatura de Primavera realiza estas transformações na natureza, uma verdura na sua máxima força, por aqui descemos, ficando nas pernas várias “massagens” - arranhões.

Ao km 10 a primeira TRANS... de ribeira, pelos joelhos, vos digo, acusei uma ondulação com “vagas” baixas mas... Lá no cimo do monte passados uns 15 km tiramos a “foto split”, 3 para o X100 de 2010 (João Valente e Fernando Micaelo com as gêmeas Treks e Agnelo Quelhas) nós (Nuno Diaz, Falcão / Hamk o Abílio Fidalgo e eu) para o “pretendido” X50 de 2010, isto porque...

Recorrendo aos GPS’s que nos acompanhavam o trilho era “sempre em frente”, mas depois de outra vertiginosa descida (todos eles desciam como os reis do trono do DH) constatamos que o rio a “TRANS…PASSAR” seria complicado, até pelo paredão. O Nuno, aventureiro, deu dois passos e pela profundidade e força da corrente seria impossível TRANS…PASSAR.

Inversão no trilho, ascendemos a “parede” que antes descemos, como sou leve subo sem muitos problemas (até me dar a hipo), lá no topo atirei-me à banana que transportava, para manter os níveis de açucar estáveis.

Aí o GPS foi posto a encontrar alternativas, seguimos, tendo oportunidade para divulgar e manter contacto sobre o Projecto blue O. Estes 3 parceiros, sempre atenciosos, foram “respeitando” o meu andamento mais lento, sempre com a atenção de não descolar das suas rodas.

Já referi este pormenor antes; como não sabia o percurso, possíveis paragens e os kms a fazer, “perdi-me” um pouco na ingestão de Hidratos de Carbono.

Foi interessante por isso mesmo, é o verdadeiro pedalar pelo prazer de o fazer, concordo contigo Falcão, como levei um GEL super calórico fui começando a sua ingestão aí pelo km 25, pouco de cada vez, passando também por uma barrita normal de mercearia durante o percurso.
Chegando a outra TRANS…POSIÇÃO de ribeira o Nuno, novamente, confirmou com 3 passos que por ali era muito fundo, já estava pela cintura, vai daí, com o meu olho de lince, vejo um “spot” mais baixo, ainda bem, pois no meio do mesmo, bem lá dentro, com a bike no alto dos braços, mandei um “encarpado” para o lado esquerdo, molhando-me dois terços do corpo, equipamento incluído.

Na outra banda foi o Nuno que me emprestou um Jersey de Inverno, já o GSP estava a indicar outra subida a trepar que nos levou à localidade do Barbaído (no meu secundário, conhecido por “centro do Mundo”).

Ao passeio intitulei-o de TRANS… pois foram três transposições de rios que efectuamos, antes de chegarmos à localidade do Juncal tivemos oportunidade de molhar novamente as pernas, sim porque não há 2 sem 3. O gel (só 1) foi sendo ingerido regularmente com bastante H2O até chegarmos ao Juncal. A partir daí situei-me em relação aos km que faltavam para o fim do percurso (60km, umas 5h, várias alterações de percurso e 3 passagens de ribeiras bem altas e um banho no meio de isto tudo).

O meu muito obrigado a estes três amigos, a blue O vai ponderar se tem pedalada para mais um TRANS… este ano. Alguém me sabe dar a confirmação de quando é que o sol vai começar a torrar!

Pedaladas boas,
casf


English...

Good rides,

This track was, from my point of view, a kind of Geo Trans...

At 8am the Magnificent Seven leave. I was the less prepared!

The rain combined with spring temperatures carries out these transformations in nature, greenery at its full strength, getting the legs with several "massages" - scratches.

After the first 10 km 1st TRANS... of a small river with water to the knees. On the top hill, after 15 km we took a "photo split”, 3 for the X100 Marathon from 2010 (João Valente and Fernando Micaelo with Trek twins and Agnelo Quelhas) us (Nuno Diaz, Falcão / Hamk, Abílio Fidalgo and me) for the "intended" X50 Marathon from 2010, but...

Using the GPS's we followed the trail "always straight", but after another dizzying descent (all of them down like DH throne kings) we found the next river to "TRANS...POSITION" would be complicated. Nuno, adventurer, took two steps into the river and from the depth and river current strength would be impossible TRANSPOSITION on that spot.

Track inversion, we ascend the "wall" that before we go down, as I'm light I climb without too much trouble (if I don’t get one hypo), on the tope I toke a banana that I carry to keep blood sugar levels stable.

We put GPS finding alternatives, we follow, given the opportunity to communicate and keep in touch about blue O Project. These three friends always careful, not to move away off their wheels.

I mentioned this detail before, because I did not know the route, stops and possible kms to do, I "lost myself" a little, intake of carbohydrates.

Therefore it was interesting, it’s the real ride for the pleasure of doing so, I agree with you Hawk, as I leave with me a super caloric GEL I started by the 25km taking a little at the time, and a normal grocery cereals bar during.

Arriving at another TRANS...POSITION riverside it was Nuno, again, that confirmed with three steps in there was very deep, with the water by the waist, then, with my “eagle eye” I see a lower spot, thankfully, because in the middle of it, with the bike on the top of my arms, I literally dip into, wetting two thirds of my body, equipment included.

In the middle of some laugh (it was the first time that we ride together) on the other side was Nuno who lent me a winter Jersey, since the GPS was indicating another ascent to climb that took us to Barbaido location (known, affectionate, as the "center of the World").

I titled TRANS... because they were three rivers transpositions that we make, before we reach Juncal village we had the opportunity to once again wet our legs (in Portugal we say: there aren’t two times without a third one. The gel (only one) was regularly eaten, with plenty of H2O, until we get here. From there I “place” myself regarding the missing kms to the end of it, reaching Castelo Branco city (60km, around 5h, several route changes and three rivers crossings and a bath in the middle of all).

My special thanks to these three friends, the blue O will consider whether to have another TRANS... ride this year. Is there someone how can give me the confirmation when the sun will start to “burn”?!

Rides good,
casf